Este é um curso de autodeterminação profissional que o ajudará a decidir sobre mudanças e escolher conscientemente uma nova profissão:

• Em 3 horas você irá explorar suas habilidades, habilidades, desejos e sonhos.
• Entenda exatamente o que você quer fazer, experimente na prática e encontre uma profissão que lhe traga alegria.
• Trabalhe com crenças que o impedem de dar o primeiro passo.

Profiorientação

aprender python

Curso grátis de java

Duração
3-4 Horas
Online
Ajuda de especialistas nas diferentes areas
Ensino
Prático: resulação de problemas reais de diferentes especialidades
Portfolio
Auto-avaliação
Encontre o emprego dos seus sonhos - sem estourar o orçamento.
O curso repete as etapas de consulta com um especialista em orientação profissional. Nós o tornamos gratuito para que o maior número possível de pessoas escolha uma profissão que desbloqueie seu potencial.
Faça o teste e escolha a profissão certa para si. Durante o curso você terá um teste de orientação profissional. Foi compilado por psicometristas e psicólogos profissionais especificamente para adultos que desejam mudar de profissão, mas não conseguem decidir. O teste leva em consideração mais de 15 parâmetros, com base nos quais seu perfil é formado. Após o teste, você receberá uma seleção pessoal de profissões que correspondem às suas características, desejos e interesses pessoais.

Dê o primeiro passo que pode ser o início de sua nova carreira.

Para quem este curso é adequado?

Não sabe para onde ir
“Estou dividido entre diferentes opções e simplesmente não consigo decidir o que exatamente quero.”
Medo de não dar certo
“Será muito difícil estudar”, “Sem experiência não será possível encontrar um emprego normal”, “Vou perder meu tempo e dinheiro.”
Medo de desistir
“Acontece comigo - fico inflamado com algo novo, mas então o fusível desaparece gradualmente e abandono meus estudos.”
Você acha que é tarde demais para começar do zero?
“Depois dos 30, mudar de profissão não é realista, você precisa aceitar o que tem.”
Você não tem certeza se um novo emprego é certo para você?
“E se eu começar e perceber que não é meu? Como decidir com antecedência?
Acha que não tem recursos suficientes
“Para estudar, você precisa de tempo ... E também há um trabalho e uma vida pessoal. Parece ser impossível combinar tudo.
Como o curso lhe ajudará
  • Analise sua experiência, desejos e situação de vida atual.
  • Com base nisso, formule os critérios para uma nova profissão.
  • Passe em um teste de nivelamento.
  • Ao final do teste, obtenha 4 profissões nas quais você se sentirá um especialista realmente necessário.
  • “Experimente” essas profissões e entenda em qual delas você está mais interessado.
  • Supere os medos e as barreiras que o impedem de começar.
Que possibilidades lhe da uma nova profissão
  • Instruções passo a passo

    Estamos felizes por você estar conosco! Você tem acesso ao curso "Quem se tornar? Curso gratuito de orientação profissional, você pode fazer de graça ❤️ Nesta carta, contaremos o que esperar do curso e em que ordem estudar os módulos. O que está esperando por você O curso ajudará você a encontrar novas oportunidades de desenvolvimento ou mudar completamente sua carreira. Você analisará sua experiência anterior, habilidades e desejos e entenderá qual profissão mais combina com você. O conhecimento ficará com você para sempre e você poderá aplicá-lo em qualquer fase da vida. Paralelamente ao estudo dos materiais, você pode tirar dúvidas com o especialista em orientação profissional e receber apoio de pessoas afins no chat do curso. como fazer o curso Este curso pode ser concluído em 3-4 horas. Assista quando quiser.


    • 1ª etapa: seleção das profissões adequadas (55 minutos) Preste atenção em si mesmo e formule critérios importantes para a escolha de uma profissão. Defina os seus objetivos e faça um teste de orientação profissional que lhe dirá as 4 profissões mais adequadas para si.
    • 2ª etapa: conhecimento das profissões (15-30 minutos por profissão) Estude detalhadamente as profissões que você recebeu como resultado do teste e conclua pequenas tarefas para "experimentar" novas especialidades.
    • Etapa 3: escolha de uma profissão (30–45 minutos) Sistematize o conhecimento sobre si, o mercado de trabalho, as profissões e faça uma escolha profissional informada. E se ainda tiver dúvidas, pergunte ao orientador profissional no chat do curso.

PROGRAMA DO CURSO

Cronograma de ensino
1.1.Como este curso irá ajudá-lo a escolher uma carreira
Descrição

Olá, meu nome é Ekaterina Borovets, sou especialista em orientação profissional e vou te ajudar neste curso.
Entendo bem que tal questão de escolher uma profissão já foi um tema relevante e grande dor de cabeça para mim. Trabalhei como psicóloga por 12 anos e aí percebi o que eu fazia nessa área, tudo que eu queria era entender para onde ir a seguir e que profissão ainda estaria perto de mim, que ocupação me traria não só dinheiro mas também alegria, pode-se dizer que fiz uma orientação profissional para mim mesma e desde então recebi duas formações complementares como consultora de carreira e especialista em orientação vocacional.
Nos últimos 5 anos faço consultoria a quem quer encontrar uma profissão ideal e dou formação a mais de 1000 especialistas de orientação vocacional.

Por isso percebo que: A escolha da profissão certa lhe ajudará a desenvolver o potencial interno pessoal por completo, melhorando a sua vida por completo.

Existem vários motivos que lhe levaram a esse curso, pode ser porque deixou de gostar do seu trabalho e decidiu mudar de profissão mas não tem absolutamente nenhuma ideia do que fazer ou vice-versa, tem algumas ideias mas quer considerar outras opções, ou talvez tenha dúvidas se podes lidar com todos esses casos.

Esperamos que com a ajuda do nosso curso você consiga ir do ponto “eu quero mudar” ao ponto “eu sei qual profissão eu quero dominar” E assim começar mudanças em sua vida.

A estrutura do curso será:
1. vai estudar consistentemente os materiais e realizar as tarefas no caderno de exercícios que preparamos para si!
2. De princípio vai trabalhar com duas ferramentas de orientação profissional: formular os critérios que são importantes para você escolher uma profissão de acordo com o método (quero.posso.devo) e também vai passar por um teste de orientação profissional preparado por nossa equipe de psicometristas.
O teste mostrará seus pontos fortes, características e profissões que combinam consigo.
3. Para as profissões, elaboramos um material separado no qual tentamos mostrar toda a sua beleza. Claro, você pode fazer sua própria escolha comparando as profissões estudadas de acordo com os critérios que são importantes para você na apostila. E se você tiver qualquer dúvida, então trabalharemos nesta questão.
4. Pode facilmente escolher uma possível profissão que mais se adequa a si.
6.1. Desenvolvedor Python
"Python é uma ferramenta que
irá ajudá-lo a perceber o máximo
ideias e sonhos ousados. E também é incrível
e linguagem amigável, o que é bastante
fácil de dominar."

Os desenvolvedores Python são os verdadeiros mestres do mundo digital. Eles criam sites e aplicativos da web, treinam redes neurais, realizam cálculos científicos - em geral, são empregados em quase todas as áreas de TI. Esses especialistas estão sempre em demanda - há muito trabalho para eles em grandes corporações, startups e freelancers.

Este artigo reuniu tudo o que você precisa saber sobre a profissão:
  1. O que é este trabalho e para quem é?
  2. O que os desenvolvedores Python fazem?
  3. Quanto você pode ganhar com isso.
  4. Onde e como procurar emprego.
  5. Como dominar uma profissão do zero.
E também tentaremos resolver alguns problemas da vida de um programador, para que você entenda imediatamente se gosta ou não da profissão.

Quem é um desenvolvedor Python

Um desenvolvedor Python é um especialista que pode transformar qualquer ideia em um programa: seja um bot de telegrama para pesquisar hotéis ou um cinema online com um público multimilionário.

Sua principal ferramenta é a linguagem de programação Python, que alimenta milhões de projetos e serviços na Internet. Existem milhões de projetos e serviços interessantes na Internet. Depois de dominar o Python, você poderá participar do trabalho deles: torná-los rápidos, seguros e resilientes.

O que faz um desenvolvedor Python?

Basicamente, os desenvolvedores Python estão envolvidos no back-end - tudo o que acontece "nos bastidores" do site e não é visível para o usuário comum. Veja como o back-end funciona no exemplo de uma curtida em uma rede social:

Você pressiona o botão "Curtir", digamos, sob uma foto de gatos. Sua curtida é enviada ao servidor através de longas e emaranhadas redes de computadores.
O servidor recebe uma curtida e escreve no banco de dados: "Tal e tal usuário gostou de tal e tal imagem."
Um serviço de recomendação especial vê esta entrada e entende: “Sim, então isso deveria ser mais recomendado.” Voila - agora você verá memes com gatos na Internet por muito tempo.
Todos esses algoritmos são escritos apenas por desenvolvedores da web: desde clicar no botão "Curtir" até gravar no banco de dados, desde a renderização de publicações na página até recomendações pessoais. Toda a cozinha interna do projeto está sobre seus ombros: suas capacidades, funções, dados e velocidade de trabalho.

💡 Pergunta para reflexão:
Pense no que você gostaria de fazer mais - a lógica interna do site ou como ele interage com o usuário?

Python é fácil
Python é agora a linguagem de programação mais popular do mundo. Sua mágica está em sua sintaxe simples e concisa, muito semelhante ao inglês regular. Por exemplo, em Python, você não precisa mexer com colchetes e colocar ponto e vírgula, e todas as funções importantes podem ser escritas em uma ou duas linhas.

Veja como o mesmo programa parece diferente em Python e Java:

Python:

Print("Hello, World!")


Java:

class HelloWorld {

public static void main(String[ ] args) {

System.out.println("Hello, World!");

}

}


Com sua simplicidade e concisão, o Python é ideal para iniciantes. E essa linguagem tem uma comunidade grande e leal: existem muitos fóruns na Web onde você pode discutir um tópico complexo ou fazer uma pergunta a desenvolvedores experientes.


Onde o Python é usado

Em teoria, você pode escrever qualquer coisa em Python: de jogos a aplicativos móveis, de bots de bate-papo a programas de computador. Mas na maioria das vezes é usado nas seguintes áreas:

Desenvolvimento web. Aplicativos e projetos são escritos em Python, sem os quais a vida de uma pessoa moderna é impensável: são redes sociais, mercados, recursos de notícias e milhões de outros serviços.

Análise de dados. Não é à toa que Python é considerado o favorito dos cientistas. Ele suporta todas as principais bibliotecas para trabalhar com big data: gráficos complexos, visualizações, matrizes, o que for.

Programas para PC. Programas populares escritos em Python incluem o editor visual GIMP, o aplicativo gráfico Blender 3D e o cliente torrent BitTorrent.

Redes neurais. Aqui Python é o rei reconhecido. Ele é usado para treinar algoritmos de visão computacional, reconhecimento facial, sistemas de recomendação e assim por diante.

Testes. Tendo dominado o Python, você pode não apenas escrever, mas também testar o código: encontre erros nos aplicativos e torne-os mais estáveis ​​e seguros.

Jogos. Embora não seja o uso mais popular da linguagem, scripts nela podem ser encontrados em jogos populares como Battlefield, World of Tanks e Civilization IV.


💡 Pergunta para reflexão

E que tipo de projetos você gostaria de criar: aplicativos da web, jogos, programas de desktop ou talvez bots de bate-papo com inteligência artificial?

7.1. Desenvolvedor Java
Java é uma linguagem poderosa e sob demanda
que é fácil de dominar.
Isso permitirá que você realize as idéias mais ousadas.
e construir uma grande carreira em TI.”

Os desenvolvedores Java estão entre os profissionais de TI mais bem pagos. Sem eles, o trabalho de corporações, empresas industriais, bancos parará e dispositivos inteligentes em todo o mundo falharão. As próprias empresas estão buscando desenvolvedores Java experientes e atraindo especialistas com a oportunidade de trabalhar remotamente.

Neste texto, reunimos as informações mais importantes sobre a profissão. Você aprenderá em detalhes:

  1. o que um desenvolvedor Java pode e faz;
  2. quanto ele ganha;
  3. como é um dia de trabalho típico de um desenvolvedor Java;
  4. quanto esta profissão é procurada e onde procurar trabalho;
  5. como e onde aprender a profissão.
Quem é o desenvolvedor Java?

Um desenvolvedor Java pode transformar qualquer ideia em um programa. Desde um serviço que acompanha os voos em tempo real até uma app para controlar a chaleira a partir do seu smartphone.

Sua principal ferramenta é a linguagem de programação Java, que pode ser utilizada para escrever programas para qualquer dispositivo e finalidade.

💡 Pergunta para reflexão:
Pense no que você gostaria de fazer mais - a lógica interna do site ou como ele interage com o usuário?

Onde o Java é usado

E Java é uma linguagem universal, então você definitivamente encontrará em qual direção de TI aplicar suas habilidades.

Desenvolvimento web. O back-end é escrito em Java - o "cérebro" de serviços da web complexos. Aplicativos bancários de alta carga, serviços em nuvem, software de gerenciamento de logística empresarial e até mesmo servidores de jogos são executados em Java.

Internet das coisas (IoT). Java está "sob o capô" de centenas de milhares de dispositivos inteligentes: eletrodomésticos, medidores, alto-falantes, equipamentos de controle climático e muito mais. Esses dispositivos são capazes de interagir entre si, analisar a situação, ligar e desligar sem intervenção humana.

Programas para PC. Java é usado para criar programas para desenvolver e depurar outros aplicativos, análise de dados. E também - editores gráficos, aplicativos de escritório para trabalhar com documentos, software para contadores e muito mais.

Aplicativos mobile. Java tem sido a principal linguagem de programação para aplicativos Android por muito tempo. E embora Kotlin esteja substituindo-o agora, o conhecimento de Java ainda é necessário para suportar o código antigo. Além disso, depois de Java, você pode dominar o Kotlin em apenas uma semana.


💡 Java - linguagem corporativa


Java é estável e confiável como um relógio suíço. É por isso que as corporações o adoram. Os desenvolvedores Java estão procurando por bancos (Tinkoff, Sberbank, NSPK Mir), varejistas (Ozon, Auchan), telecomunicações (Beeline, MTS, MegaFon), empresas de entretenimento (Okko, VK).


Além disso, se você quiser, pode encontrar um emprego em uma empresa de terceirização que atende pedidos de diferentes clientes. Esta é uma oportunidade de trabalhar com projetos de diferentes indústrias.


O que um desenvolvedor Java precisa saber


O mais importante para começar a carreira é saber programar bem em Java, conhecer as funcionalidades da linguagem e seus pontos fortes. Também é desejável poder trabalhar com bancos de dados, pois os programas os utilizam para armazenar informações.

Se você decidir desenvolver aplicações web, terá que entender como a Internet funciona, como os programas "comunicam" entre si e dominar as ferramentas que ajudarão a agilizar seu trabalho.


"Exemplos": análise


É hora de colocar a mão na massa e executar seu primeiro código Java! Não se preocupe se algo for difícil e pouco claro - isso é normal ao tentar coisas novas.


Ao ler o código, você precisa de uma compreensão básica dos comentários no código - são linhas que o computador não usa de forma alguma, elas são necessárias apenas para os desenvolvedores esclarecerem ou revelarem o que está acontecendo no código. Isso permite que você explique o código complexo para outro leitor. No exemplo abaixo, a primeira linha explica o que a linha abaixo faz.


// cria uma variável e escreve a data de hoje nela.


LocalDate now = LocalDate.now();


Nos exemplos, os comentários ajudarão você a entender os lugares difíceis do código.


Então, você já encontrou os primeiros termos do desenvolvedor, um deles é “variável”. Pense em uma variável como um local para armazenar um valor, semelhante a X ou Y em matemática:

2*X+5 = ?

O resultado será diferente dependendo de X.

X=3

2*3+5 =11


Com um valor diferente de X, haverá um valor diferente. Assim é nos programas: podemos ter valores diferentes, mas o trabalho será feito igual. Aqui está um código Java simples. Tente ler o programa e entender o que ele faz. Mova-se de linha em linha, se necessário, traduza palavras inglesas desconhecidas por meio de um tradutor.


import java.time.LocalDate;

import java.time.Period;

class Main {

public static void main(String[] args) {

LocalDate myBirthday = LocalDate.of(1990, 2, 28);

LocalDate now = LocalDate.now();

Period myAge = Period.between(myBirthday, now);

// linha abaixo imprime o resultado no console

System.out.println(myAge.getYears());

}

É difícil e pouco claro? Não se preocupe! Agora, executaremos esse código no Replit.com, um ambiente gratuito onde você pode escrever e executar código.


Siga o link para executar o código.

8.1. Engenharia de Testes
“O trabalho do testador
pode ser comparado
com o trabalho de um piloto de testes.
Aqui está um avião para você, voe -
depois me conte sobre suas impressões!”

Um engenheiro de teste é de fato um testador no mundo da TI. Ele verifica o funcionamento de sites e aplicativos e evita possíveis erros técnicos. Depende do testador qual produto os usuários receberão: o programa executará bem suas tarefas ou congelará na primeira ação.

O teste também é uma maneira fácil de iniciar uma carreira em TI se você deseja criar programas, sites e aplicativos, e não apenas testá-los quanto à força. Testadores aprendem programação, então é mais fácil para eles passar para o desenvolvimento do que para iniciantes que estão apenas começando a entender como os programas funcionam.

Neste texto, reunimos as informações mais importantes sobre a profissão de engenheiro de testes. Você vai aprender:

  1. O que um testador faz?
  2. quanto ganha e onde procurar trabalho;
  3. quais qualidades pessoais serão uma vantagem;
  4. como se tornar um testador
Quem é o Engenheiro de Testes?

Um testador é um especialista que constantemente compara as expectativas com a realidade. Ele sabe como o programa deve funcionar e verifica como isso realmente acontece.

Para fazer isso, o engenheiro de teste pensa em diferentes cenários de como as pessoas usarão o programa. Afinal, mesmo com uma ação rotineira, pode ocorrer um erro. Por exemplo, uma pessoa visita o site e se encontra na conta pessoal do usuário anterior. Ou altere a data do pedido na loja e a entrega será transferida para vários anos no passado. O engenheiro de teste encontrará esses bugs e os usuários não os encontrarão.

Pode haver centenas de cenários no trabalho de um testador, porque há muitas coisas a verificar. Por exemplo, se um especialista estiver testando um videogame, ele irá a cada local, fará todas as missões e avaliará se o personagem responde corretamente aos comentários de outros heróis.

Testar sites e aplicativos não é menos volumoso. Aqui você precisa verificar cada botão e formulário de feedback. É assim que um dos cenários de verificação se parece com como as mensagens são enviadas por meio do formulário no site ↓

Número: 5

Cabeçalho: Enviando uma mensagem através do formulário de feedback na página "Contatos"

Condição prévia: A página principal do site test.ru está aberta. Ter acesso ao e-mail do administrador do site

Etapa: resultado esperado

No menu superior do site, clique no link "Contatos": A página "Facebook" foi aberta

Digite seu nome no campo "Seu nome": O campo "Seu nome" exibe o nome digitado

Digite um e-mail válido no campo "Seu e-mail": O e-mail inserido é exibido no campo "Seu e-mail".

Digite no campo "Assunto" o texto que consiste em letras latinas, cirílico, caracteres especiais e números: O texto digitado é exibido no campo "Assunto"

Digite o texto no campo "Mensagem", que consiste em letras latinas, cirílico, caracteres especiais e números: O texto digitado é exibido no campo "Mensagem"

Digite o valor captcha necessário no campo captcha: O valor inserido é exibido no campo captcha

Clique no botão "Enviar" abaixo do formulário para preencher: Sob o botão "Enviar", apareceu o texto "Sua mensagem foi enviada". Todos os campos preenchidos foram apagados

Verifique o e-mail do administrador do site: Uma mensagem foi enviada para o e-mail enviado pelo site por meio do formulário de feedback e contendo os dados inseridos nas etapas 2 a 5

💡Quando o especialista compilar todos os cenários, a diversão começa. Ele executa cada um e observa como o programa funciona. Se houver erros, o testador os envia ao desenvolvimento para correção. Mas às vezes tudo está em ordem - o site ou aplicativo funciona sem falhas. Nesse caso, o testador confirma que o produto está pronto para lançamento.

Especialização em Engenharia de Testes

Na profissão, os testadores costumam ser divididos em testadores manuais e autotestadores.


O manualista encontra erros manualmente. Do lado de fora, parece que ele está fazendo tudo igual a um usuário comum: seguindo links, clicando em botões, preenchendo formulários de feedback. Mas, na verdade, o manualista verifica de forma consistente e cuidadosa a operação do produto. Em seguida, ele relata os resultados aos desenvolvedores: se houve erros ou se o programa funcionou sem falhas.


O Autotester cria e usa programas especiais que verificam sites e aplicativos automaticamente. Isso economiza tempo, pois o especialista não precisa passar por todos os cenários para testar sozinho.


A divisão em manuais e autotestadores é condicional, porque um testador experiente pode verificar os programas manualmente e automaticamente. Todo autotester começa com testes manuais, e um tecnólogo pode mudar de carreira e aprender linguagens de programação para escrever programas para testes automatizados.


Não importa como o especialista execute suas tarefas - com a ajuda de programas ou manualmente, ele conduz a equipe ao mesmo resultado. O produto funciona como deveria: abre em vários aparelhos, não trava e não dá erro.


💡 Autoreflexação

Você estaria interessado em verificar o funcionamento de programas e aplicativos?


Areas e formatos de trabalho de um Engenheiro de Testes


As principais áreas de trabalho dos testadores são o desenvolvimento de programas, aplicativos e jogos de computador. Além de empresas de TI, você pode conseguir um emprego em uma organização onde eles criam produtos de TI para suas próprias necessidades. Por exemplo, para um banco ou uma grande loja online.


Os testadores são empregados principalmente. Quem deseja mais comunicação com os colegas e uma clara separação entre tarefas e vida pessoal escolhe um escritório. Muitos que têm tudo em ordem com autodisciplina e têm um local de trabalho confortável em casa permanecem remotos. Há também um formato híbrido que combina o trabalho no escritório e em casa. Por exemplo, um especialista vai ao consultório duas vezes por semana e resolve problemas em casa por três dias.


💡 Autoreflexação

Onde você prefere passar o dia de trabalho - no escritório ou em casa?


O que mais você precisa saber


Um engenheiro de teste precisa estar atento para perceber todas as pequenas coisas no trabalho dos programas e não perder um único erro. Também é importante aprender constantemente, então o testador permanecerá em demanda no mercado e se desenvolverá na profissão.


Comunicação | ⭐⭐⭐⭐✰

Além de verificar aplicativos e sites, o especialista costuma se comunicar com colegas de seu departamento, desenvolvedores, designers e gerentes de produto.


Ritmo de trabalho | ⭐⭐⭐✰✰

Pode haver prazos quando você precisa testar o programa com urgência antes do lançamento. Mas, em geral, o ritmo de trabalho é tranquilo.


Dificuldade de login | ⭐⭐✰✰✰

Para ingressar na profissão, não é necessário conhecer linguagens de programação. É o suficiente para dominar o básico do teste manual.


Quanto ganha um engenheiro de testes


Depende de habilidades e experiência. Média:


Iniciantes: 40.000–70.000 meticais


De 1 ano a 3 anos: 70.000–150.000 meticais


mais de 3 anos: 150.000–230.000 meticais


Se um testador atualiza constantemente as habilidades, ele pode reivindicar um alto salário. Quem conhece linguagens de programação e escreve programas para teste ganha mais. E ele também assume mais responsabilidades: compõe a documentação técnica de forma independente, analisa os resultados das verificações do programa e compartilha ideias para melhorar o produto.

9.1. Desenvolvedor FrontEnd
“Acabei de tentar criar um site
e percebi que não parecia funcionar.
é como um passatempo
que traz muito dinheiro."

Um desenvolvedor front-end é um programador que dá vida às ideias do designer. Digamos que o designer teve a ideia de que os botões da página terão animação, e o próprio site será desenhado como um livro, cujas páginas podem ser viradas. O frontender ajuda a transformar essa ideia em um projeto real.

Neste texto, reunimos as informações mais importantes sobre a profissão. Você aprenderá em detalhes:

  1. O que um desenvolvedor frontend sabe e pode fazer?
  2. Quanto ele ganha em diferentes fases de sua carreira;
  3. Em que áreas atua;
  4. Como e onde aprender uma profissão.

Quem é o Desenvolvedor Front-End?

Sites e aplicativos têm dois componentes:

backend - parte do servidor, escondida dos olhos do usuário;
frontend - é a parte visível com a qual o usuário interage.

Se você imaginar que o site é um teatro, o front-end é o palco e o back-end é o backstage. Os espectadores não veem ensaios e fantasias (trabalho no servidor), mas apenas assistem à produção finalizada - a interface da página. O desenvolvedor frontend é responsável pela parte visível.

Ao mesmo tempo, o desenvolvedor front-end não precisa descobrir como será a aparência do site ou aplicativo. Os designers enviam a ele um layout pronto - uma imagem visual do futuro site. Um desenvolvedor front-end escreve o código para dar vida à ideia e torná-la visível em computadores, smartphones e tablets.

A Frontender pode participar do desenvolvimento de lojas online, aplicativos e páginas landing.

As lojas online consistem em diferentes páginas: principal, catálogo, cartões de produtos, cesta. Tudo isso é criado pelo desenvolvedor front-end.

As páginas landing são sites de uma página. Normalmente eles são feitos para publicidade, então esses sites devem ser tão bonitos e atraentes quanto possível. Para tais tarefas, são necessárias habilidades de layout.

Os aplicativos são muito diferentes. Por exemplo, em um programa de produtividade, você precisa adicionar uma lista de tarefas, um cronômetro com controles e uma função para visualizar as estatísticas do cronômetro. Um aplicativo simples não pode ser escrito do zero, mas criado a partir de modelos prontos - Frameworks.

💡Autoreflexação
 Você gostaria de escrever código para dar vida às ideias do designer?

Areas e formatos de trabalho de um Desenvolvedor FrontEnd

Os desenvolvedores de front-end são necessários para todos os que criam sites e aplicativos. Você pode trabalhar em muitas áreas, por exemplo:


  1. Mídia
  2. lojas e mercados online
  3. desenvolvimento de aplicativos móveis
  4. criação de sistemas para negócios
  5. tecnologias financeiras, como serviços bancários móveis e serviços de pagamento eletrônico

Você pode trabalhar como freelancer e escolher de forma independente quais tarefas resolver. E se você quiser trabalhar como freelancer, pode conseguir um emprego em diferentes lugares


  1. Departamentos de TI de grandes empresas como bancos, operadoras móveis ou redes sociais
  2. Organizações governamentais
  3. Empresas que desenvolvem programas e aplicativos para negócios.

Normalmente, os desenvolvedores front-end começam com o desenvolvimento de sites, mas se ficarem entediados, podem mudar para aplicativos ou até mesmo criar jogos. Você trabalhará com a mesma linguagem de programação e não precisará perder tempo reaprendendo.


Os desenvolvedores de front-end geralmente trabalham remotamente. É benéfico para as empresas e você pode distribuir a carga convenientemente. Normalmente, os desenvolvedores começam a fazer trabalhos freelance simples após cerca de três meses de estudo e, depois disso, encontram um emprego permanente.

Você pode trabalhar para uma empresa russa ou internacional - eles terceirizam um grande número de projetos.


💡 Autoreflexação

   Onde você gostaria de trabalhar: em empresa do estado ou freelancer?


O que mais você precisa saber


O desenvolvedor front-end é um trabalho que requer perseverança e atenção. Você precisa garantir que cada caractere esteja em seu lugar - para que o código funcione corretamente. E se o erro ainda aconteceu, é importante localizá-lo e corrigi-lo.


Um frontender cria um projeto não sozinho, mas em equipe. Você verificará o código de outra pessoa, adicionará o seu próprio e solicitará correções.


Comunicação ⭐⭐⭐✰✰

O frontender se comunica com outros desenvolvedores, designers, testadores e analistas, mas não todos os dias.


Ritmo de trabalho ⭐⭐⭐✰✰

Um frontender nunca fica sem tarefas, mas também não pode trabalhar em um ritmo acelerado. É fisicamente impossível escrever código três vezes mais rápido ou reduzir o estágio de verificação.


Dificuldade de login ⭐⭐⭐✰✰

O mercado de TI é altamente competitivo entre os iniciantes, mas é possível se destacar em relação aos demais graças a um portfólio.


Quanto ganha um engenheiro de testes


Depende de habilidades e experiência. Média:


Iniciantes: 30.000–60.000 meticais


De 1 ano a 3 anos: 60.000–200.000 meticais


mais de 3 anos: 200.000+ meticais


IT é uma área onde os salários crescem proporcionalmente às habilidades. Em um ano, é realmente possível aprender a resolver problemas típicos sem a solicitação de desenvolvedores seniores. E quando você se tornar um especialista independente, sua renda dobrará.

10.1. Data Scientist
Data Science, ou ciência de dados, é uma área de TI superinteressante e muito procurada. Os cientistas de dados são necessários em qualquer empresa: de clínicas médicas a cinemas online. Tarefas incomuns e alguns dos maiores salários em TI estão esperando por você!

Neste texto, reunimos as informações mais importantes sobre a profissão. Você vai aprender:

  1. O que um cientista de dados pode e faz;
  2. Quanto ele ganha;
  3. Quanto esta profissão é procurada e onde procurar trabalho;
  4. Como e onde aprender uma profissão.

  1. O que um desenvolvedor frontend sabe e pode fazer?
  2. Quanto ele ganha em diferentes fases de sua carreira;
  3. Em que áreas atua;
  4. Como e onde aprender uma profissão.

Quem é o Data Scientist?

Um cientista de dados (ou cientista de dados) analisa grandes quantidades de dados e encontra conexões e padrões neles. Parece meio chato, certo?

E se:
No Brasil, os cientistas de dados usam postagens de mídia social para prever o local e a hora de um surto de dengue.
Nos Estados Unidos, a probabilidade de um crime é prevista - a polícia pode prevenir uma violação com antecedência.
Os cientistas de dados também ensinaram a rede neural GPT-4 a gerar vídeo em uma solicitação de texto e criar jogos em apenas 90 minutos sem a ajuda de programadores.
Isso não é ficção científica, mas a realidade que os cientistas de dados criam. Como eles fazem isso? Sem mágica. Eles usam habilidades de análise de dados e modelos de aprendizado de máquina disponíveis no mercado que precisam ser configurados e executados adequadamente. Incluindo aquelas mesmas redes neurais de que todos falam.

O que é um modelo machine learning? Na verdade, este é um programa que pode reconhecer certos tipos de padrões. Para construir tal modelo, o cientista de dados:

  1. coleta e prepara dados de várias fontes;
  2. aplica algoritmos de aprendizado de máquina a eles.
Existem muitos algoritmos de aprendizado de máquina. Normalmente, os cientistas de dados sabem com antecedência qual deles funcionará melhor.

Com base nesses dados, o modelo aprende a prever novos valores - ele mesmo, sem intervenção humana.

Qual é a vantagem para negócios? Um cientista de dados pode treinar um modelo em dados que se acumulam em uma empresa. Por exemplo, nas perguntas mais frequentes dos usuários ao suporte técnico. O resultado é uma inteligência artificial que pode resolver rapidamente problemas típicos de clientes em vez de um ser humano.

Modelos de aprendizado de máquina são amplamente utilizados em diversas empresas. Eles ajudam as empresas a automatizar processos, cortar custos e tomar decisões mais inteligentes e baseadas em dados.

Os cientistas de dados tiram conclusões dos dados e desenvolvem modelos matemáticos para resolver muitos problemas práticos. Por exemplo, eles prevêem vendas em uma loja, criam sistemas de recomendação de filmes em um cinema online ou ajudam a polícia a capturar criminosos usando visão computacional e algoritmos de reconhecimento facial.

Vamos fazer uma explicação agora. Data Science é uma grande área, dentro da qual existem várias áreas:

Analistas de dados ajudam as empresas a tomar decisões. Eles não constroem modelos, mas se comunicam com os clientes, testam hipóteses e assim por diante.
Engenheiros de dadoscriam sistemas complexos para coletar big data, são programadores “puros” que quase não fazem análises.
Engenheiros de ML (Machine Learning - aprendizado de máquina) - esses são os caras durões que treinam redes neurais para fazer todos os tipos de milagres: do processamento de texto ao reconhecimento facial e gatos das fotos.
Mas tal divisão é condicional. Em algumas empresas, os cientistas de dados são chamados de especialistas universais que combinam todas as habilidades de uma só vez. A seguir, manteremos todas as três áreas em mente quando mencionarmos a palavra “cientista de dados”.

💡 Autoreflexação
Você quer praticar a tarefa de um cientista de dados?


Como um cientista de dados trabalha

Oleg é um cientista de dados da empresa Shpil, que constrói prédios de apartamentos em Moscovo. A administração da empresa planeja construir mais moradias nos próximos cinco anos. Para não ter prejuízo, o empresário quer calcular tudo com antecedência e saber quanto custará os apartamentos em um futuro próximo.

Oleg foi designado para criar um modelo para prever o custo dos apartamentos. Ele dividiu o trabalho em etapas:

Primeiro, Oleg coletou dados atuais com as características da habitação de várias fontes: sites imobiliários, anúncios privados. Nesses dados, Oleg incluiu a área dos apartamentos, número de cômodos, andar, área e custo.
Esses dados são difíceis de trabalhar. Eles contêm muitos erros e imprecisões. Por exemplo, em algum lugar a área do apartamento não é indicada ou o formato do preço varia - em um anúncio diz “7,900000 meticais”, no outro “8000000 meticais”. E os formatos também diferem - os dados são armazenados em tabelas do Excel e no formato de banco de dados .db.
Para trazer os dados para um único formato, Oleg os “limpa” e cria um conjunto de dados. Um conjunto de dados para aprendizado de máquina é processado e informações estruturadas em uma forma tabular.
Os dados agora são estruturados e apresentados em um formato ao qual vários algoritmos de aprendizado de máquina podem ser aplicados. Prever o preço de um apartamento é um problema de regressão. Primeiro, Oleg tenta o modelo básico e depois os mais complexos. Oleg analisa a precisão e a velocidade do modelo e chega à decisão final.
O modelo está pronto. É hora de conferir. Oleg insere dados históricos para ver se o modelo "adivinha" os preços atuais dos apartamentos.
Descobriu-se que o modelo está, em média, errado no preço de um metro quadrado por 10.000 meticais, o que significa um erro de 8.000.000 de meticais. em 20 apartamentos de tamanho médio e 20.000.000 meticais. em 50 apartamentos. Para os negócios, essa qualidade de previsão é inaceitável, portanto, o modelo precisa ser corrigido.
Oleg precisa coletar mais dados para melhorar a qualidade do modelo e passar por todas as etapas novamente.
Depois que Oleg adicionou novos dados ao conjunto de dados (distância ao metrô, número e cor das agências a uma curta distância), a qualidade do modelo melhorou. Seu erro médio é de 500 meticais, o que geralmente não é crítico.
Graças ao novo modelo implementado, o incorporador poderá calcular quantos metros quadrados de habitação precisam ser comissionados nos próximos cinco anos para não ficar no prejuízo.

O trabalho de Oleg não terminou aí. Ele continua desenvolvendo o modelo para a empresa: ajusta os parâmetros, corrige erros e, se necessário, enriquece-o com novos dados.

Onde os Data Scientists trabalham?
Os cientistas de dados estão abertos a qualquer área onde haja muitos dados. Você pode incorporar sistemas de visão computacional em telescópios para que os cientistas possam estudar supernovas em galáxias distantes. Ou consiga um emprego em uma grande rede de varejo - crie um sistema de recomendação de mercadorias. Você escolhe em qual área trabalhar.
Os cientistas de dados são mais procurados em IT e marketing.

Marketing
As redes neurais ajudam os profissionais de marketing a avaliar a eficácia das campanhas publicitárias, dividir com mais precisão o público-alvo em grupos e fazer ofertas de publicidade mais personalizadas. Por exemplo, para mostrar a você no feed da mídia social um anúncio exatamente do xampu que você assistiu alguns dias atrás.

E as redes neurais automatizam a rotina dos profissionais de marketing. Eles enviam boletins informativos por e-mail, ligam para clientes e elaboram eles próprios um postmeet – um pequeno arquivo de texto com base nos resultados de uma reunião online com colegas.

IT
A pesquisa de imagens do Google e do Yandex funciona graças às redes neurais. Feeds de recomendação de redes sociais, música e serviços de streaming também são impossíveis sem cientistas de dados.

As áreas em que os cientistas de dados são necessários podem ser listadas infinitamente. Aqui estão mais alguns:

✦ Bancos e fintechs
Os algoritmos avaliam a solvência do cliente e decidem sobre a emissão de empréstimos.

Produção
Os sistemas de visão computacional reconhecem defeitos em produtos com mais eficiência do que os humanos.

Medicina
Com base em dados de doenças e raios-x, os algoritmos podem reconhecer danos a órgãos internos que são invisíveis para os humanos.

✦ Companhias de seguros
Como nos bancos, os algoritmos são capazes de avaliar os clientes - eles calculam a probabilidade de um evento segurado.

Ciência
O aprendizado de máquina permite que os cientistas conduzam experimentos que são impossíveis de implementar no campo. Por exemplo, para identificar partículas elementares.

Agricultura
Com a ajuda do aprendizado de máquina, você pode prever o clima e as colheitas por vários anos.

Os cientistas de dados trabalham até nas áreas mais inesperadas. Por exemplo, na indústria cinematográfica. Eles treinam redes neurais para escrever roteiros, gerar modelos 3D para figurantes ou prever se o roteiro de um filme funcionará.
11.1. BI analytics
“Sou pesquisador e designer.
Primeiro, eu coleto e processo dados,
e, em seguida, visualize-os na forma de gráficos compreensíveis.
Meu trabalho ajuda as empresas a tomar decisões —
é muito inspirador." Andrey Mashkovtsev, Analista de BI

O analista de BI é um mestre da visibilidade. Ele transforma matrizes de dados díspares em gráficos e gráficos compreensíveis e informativos, que tornam imediatamente claro quais processos estão ocorrendo em uma empresa ou projeto, o que está crescendo e o que está caindo. Esta é uma área insanamente interessante na qual há lugar tanto para análise quanto para criatividade.

Neste texto, reunimos as informações mais importantes sobre a profissão. Você aprenderá em detalhes:

  1. o que um analista de BI pode e faz;
  2. quanto ele ganha;
  3. como é um dia típico de trabalho de um analista de BI;
  4. quanto esta profissão é procurada e onde procurar trabalho;
  5. como e onde aprender uma profissão.

O que é BI?

Primeiro, vamos descobrir o que é BI e depois diremos o que os analistas fazem.

BI (Business Intelligence) é uma variedade de ferramentas para coletar, processar, visualizar e analisar dados. Eles são necessários para automatizar operações de rotina: combinar dados de diferentes fontes, construir gráficos automaticamente com base neles, vincular quaisquer ações automáticas a esses dados.

Não parece muito claro, então vamos ver um exemplo.

Anya há muito deseja abrir seu próprio negócio. E agora o sonho se tornou realidade - a menina resolveu cozinhar e vender ela mesma petiscos naturais para gatos. Os animais de estimação adoraram tanto a nova iguaria que Anya foi literalmente bombardeada com pedidos. A receita está crescendo, assim como a gama de produtos.

Anya acumula muitos dados. Vendas, custos de publicidade, salários de funcionários e avaliações de clientes. E também dados de pedidos de diferentes canais: site, Telegram, VK.

A princípio, Anya inseriu manualmente todos os dados em uma planilha do Excel. Mas quando muita informação se acumulou, ficou difícil fazer isso. Anya olhou para a montanha de números e não entendeu o que significavam. Quão eficaz foi anunciar com um blogueiro conhecido? Qual canal atrai mais clientes?

O analista de BI Valentin veio em auxílio de Anya. Ele disse que você pode combinar todos os dados em um só lugar, analisá-los e formar um painel claro.

Dashboard/painel é um documento eletrônico no qual dados estatísticos e relatórios são apresentados na forma de tabelas, diagramas e gráficos compreensíveis. O análogo de um painel no mundo real é o painel de um carro. Todos os indicadores necessários estão localizados no volante: velocidade, temperatura do líquido de arrefecimento, rotação do motor, quilometragem.

Depois que Valentin apresentou as ferramentas de BI, obtivemos uma visualização visual dos negócios de Anya com gráficos e gráficos. Agora todas as vendas de guloseimas para gatos, campanhas publicitárias e outros dados comerciais estão à vista.

O mais conveniente é que os dados agora são atualizados automaticamente, em tempo real. Anya não precisa inserir números nas tabelas com as mãos. E quando os indicadores pioram drasticamente, por exemplo, queda nas vendas, chega uma mensagem no messenger. Isso não é uma emoção para um empresário?

A Analise BI é uma mistura de design e análise. Primeiro, Valentin coletou e analisou dados úteis para os negócios de Anya e, em seguida, pensou em quais tabelas e gráficos transmitiriam melhor seu significado, projetando o painel de maneira clara e bonita.

A tarefa de um analista de BI é apresentar os dados da maneira mais conveniente para a tomada de decisões de negócios corretas. Os dados precisam ser devidamente limpos e agregados. Um bom painel é uma ferramenta para uma empresa que a ajuda a identificar problemas e trabalhar na otimização de determinados processos de negócios.

Onde os analistas de BI trabalham?

Os analistas de BI são procurados onde quer que haja dados digitalizados. São empresas de varejo (Shoprite), finanças (Banco de Moçambique), IT (Google, Vodacom), construção (aviação). Você pode trabalhar tanto para empresas privadas quanto para o setor público. Ou, por exemplo, conseguir um emprego em uma consultoria para criar soluções para empresas de diversas áreas.

Nas grandes empresas, as tarefas são mais restritas e específicas. E nos pequenos, você pode ver o quadro completo: descobrir como o negócio funciona e quais métricas estão disponíveis. É mais fácil navegar e entender em que direção se desenvolver.

Os sistemas de BI permitem que você carregue os relatórios necessários sem nenhuma habilidade complexa e economize tempo para outros analistas automatizando seu trabalho. Portanto, nas empresas modernas, quase todos os departamentos possuem seu próprio conjunto de painéis que ajudam a rastrear os principais indicadores.

O que um analista de BI pode fazer?

A análise de BI é uma das áreas mais criativas no campo da análise de dados. Afinal, um painel compreensível é, antes de tudo, um painel bonito, onde todos os elementos são harmoniosos e o design e o tipo correspondem às suas tarefas.

Qualquer diagrama é bom para seus propósitos. Por exemplo, para analisar a dinâmica das vendas, é mais conveniente utilizar um gráfico que mostre todas as variações de valores por período, e para a distribuição de porcentagens em uma pesquisa, um gráfico de pizza.

Mas quais ferramentas um analista de BI deve ter:
Ferramentas de BI. Os mais populares são Power BI, Tableau e QlikView. Qual deles escolher depende dos requisitos da empresa.
SQL. Uma linguagem especial necessária para escrever consultas nos bancos de dados da empresa. Bancos de dados são um armazenamento de informações organizadas e estruturadas, geralmente na forma de tabelas.
Python. A linguagem de programação na qual você escreverá scripts para automatizar a coleta de dados.
Estatisticas. Você precisa ser capaz de processar grandes quantidades de dados numéricos, explicar seu significado em uma linguagem compreensível para os negócios e apresentar hipóteses. Para fazer isso, os analistas de BI usam os métodos da estatística matemática, constroem modelos de fenômenos aleatórios.

Habilidades do analista de BI:

Hard Skills
Power BI ou outra ferramenta de BI, SQL, Python, lógica, estatística, capacidade de processar grandes quantidades de dados, habilidades de apresentação de dados, visualização

Soft Skills
Pensamento crítico, capacidade de argumentar a própria opinião, proatividade, habilidades de comunicação, ética nos negócios

💡 Autoreflexação
Quão bom és em lógica? Você está pronto para defender seu ponto de vista, mesmo que seu interlocutor seja mais experiente?

Formato de trabalho

Os analistas de BI trabalham no escritório ou remotamente. Para iniciar uma carreira, é melhor conseguir um emprego em um escritório - lá você entenderá rapidamente como analistas mais experientes se comunicam com clientes, coletam requisitos e aprendem todos os detalhes do trabalho.

Por um lado, a profissão é digital, portanto a localização física não é crítica. Por outro lado, tendo em conta que é necessária uma comunicação constante com os clientes empresariais (de vários departamentos), o trabalho no escritório por vezes é mais produtivo.

Comunicação | ⭐⭐⭐⭐⭐
Um analista de BI precisa se comunicar muito com clientes de negócios, arquitetos de banco de dados e desenvolvedores.

Ritmo de trabalho | ⭐⭐⭐✰✰
Um analista de BI raramente tem um emprego. Ao mesmo tempo, seu trabalho é responsável, pois os negócios tomarão decisões com base em seus painéis.

Dificuldade de ingressão | ⭐⭐⭐✰✰
Sem conhecimento de estatísticas no início da jornada será difícil. Mas, se desejado, a estatística pode ser estudada em paralelo com ferramentas e linguagens para processamento de dados.
A complexidade da entrada depende fortemente do histórico: educação técnica, experiência de trabalho anterior. Com vontade e desejo de aprender a se tornar um analista de BI, qualquer um pode, isso não é ciência do foguete.

💡 Autoreflexação
Quer "viver" o dia de trabalho com um analista de BI e aprender mais sobre as suas tarefas?
12.1. Design gráfico
“Em um mundo onde há muita informação, a linguagem visual ganha.
O design gráfico é uma profissão que será relevante por muito tempo.” Designer gráfico Anton Antonyuk

Imagine que você está andando na rua. Olhe ao redor: o que você vê? Placas, vitrines, outdoors, logotipos. Tudo o que nos rodeia é design. Ou seja, o trabalho de designers gráficos, que sempre será procurado.

Um designer gráfico não apenas desenha, ele fala com as pessoas. Ele cria logotipos para marcas, desenha revistas e livros, cria designs de embalagens e muito mais. Esse especialista sempre tem uma escolha - trabalhar em casa ou cercado por colegas no escritório, ser um samurai freelancer solitário ou ter uma renda estável para aluguel.
O trabalho de um designer gráfico é sempre sobre criatividade, a implementação de ideias ousadas e a capacidade de tornar o mundo mais bonito.
Neste texto, reunimos o principal sobre a profissão. Continue lendo e você descobrirá:
  1. Quem é designer gráfico e o que ele faz?
  2. quanto ele ganha;
  3. quanto a profissão é procurada e onde procurar trabalho;
  4. como e onde aprender uma profissão.
Quem é designer gráfico?
Um designer gráfico cria designs para coisas do dia a dia. Ele pode conhecer suas obras apenas andando pela cidade. Por exemplo, ver uma embalagem de leite ou queijo com design próprio em uma loja.
Um designer gráfico pode digitalizar revistas e livros, criar identidade corporativa para marcas e embalagens de design. Ou vá para o digital e crie design para redes sociais, boletins informativos por e-mail e publicidade na Internet. Ou talvez não escolher e levar projetos diferentes. Você decide em que área e com quais clientes trabalhar.
Os projetos em que os designers gráficos trabalham podem ser muito diferentes.

Um designer gráfico sempre tem uma escolha
Você pode ser um profissional em uma área ou se tornar um generalista e trabalhar com diferentes tarefas. Qual direção você vai escolher?

Design de embalagem
Se você adora a ideia de transformar caixas cinzas chatas em obras de arte, crie embalagens!
Concordo, é bom encontrar o resultado do seu trabalho nas prateleiras das lojas, sejam caixas de doces ou potes de creme.

Design de impressão
Você gosta de folhear revistas ou dormir com um livro nos braços? Por que não combinar uma ocupação agradável com um trabalho interessante? Crie design para publicações impressas - livros, revistas, jornais, cartões postais, cartões de visita.

Design de identidade
Essa direção é para quem gostaria de pensar detalhadamente sobre a imagem da marca. Você desenvolverá uma identidade corporativa completa para empresas - logotipos, padrões, fontes, paletas de cores e muito mais.

Design de produtos
Moletons personalizados de blogueiros, canecas de marca para uma conferência de contabilidade, bonés com o nome de um time esportivo - tudo isso é mercadoria. Nesse caso, sua tarefa é criar itens estilosos com símbolos de marca ou o nome de uma pessoa.

Projeto de comunicação digital
Se você deseja que seu trabalho seja visto por muitas pessoas, dê uma olhada no design digital. Hoje passamos várias horas por dia em gadgets. Designers de comunicação digital estão se tornando cada vez mais procurados. Fotos em redes sociais, capas de artigos e cartas, banners em sites - tudo isso é obra deles.

Design de infográfico e apresentação
Você se sente intimidado por arrays de dados secos e gosta quando tudo está resolvido? Crie infográficos e apresentações! Você será capaz de transformar textos e números volumosos em ferramentas de negócios compreensíveis, bonitas e eficazes.

Projeto de sinalização e pictograma
Você consegue imaginar uma cidade sem sinalização? Nós não somos. E também há navegação no metrô, aeroportos, lojas e muito mais. Dê uma olhada nesta direção e você terá a chance de tornar sua cidade favorita mais conveniente e bonita.

Design de publicidade ao ar livre
Mais do que sinais de trânsito, na cidade moderna apenas publicidade exterior. Banners, cartazes, outdoors, telas digitais são colocados em todos os lugares e são constantemente atualizados. Portanto, os designers de outdoor sempre terão trabalho.

Com o desenvolvimento das tecnologias digitais, o design gráfico tornou-se a base para áreas afins. Se você aprender o básico, poderá ir além e mergulhar na web, motion e outros tipos de design digital.

Esferas e formatos de trabalho para um designer gráfico

A profissão não se limita a nenhum setor. Os serviços de designers são necessários em todas as áreas: de uma fazenda a uma produtora de filmes, de uma usina de laminação a uma loja online.
Um designer gráfico tem a opção de trabalhar em escritório, remotamente ou em formato híbrido.

  • No quadro de pessoal da empresa irá realizar tarefas de colegas, podendo trabalhar remotamente, no escritório ou em formato híbrido. Você terá um salário e horário estáveis. Você sempre pode conversar com os colegas e pedir conselhos.
  • Na agência, você está aguardando tarefas de diferentes empresas. Você será capaz de aprender com colegas experientes e adquirir habilidades em uma direção específica. Você pode trabalhar remotamente, no escritório ou em formato híbrido.
  • Como freelancer, você mesmo estará procurando clientes. Mas você não precisa chegar ao escritório na hora do rush e pode trabalhar em casa e em qualquer lugar do mundo.
💡 Autoreflexação
Qual formato de trabalho está mais próximo de si- em empresas estrangeiras, agência ou freelancer?

O que mais você precisa saber?
O futuro designer gráfico precisa estudar a base:
  1. fundamentos da composição
  2. coloração,
  3. tipografia,
  4. disposição,
  5. trabalhar em editores gráficos,
  6. fundamentos de marketing.
O designer gráfico é uma profissão que exige constante aperfeiçoamento. Incluindo na comunicação - os designers geralmente precisam se comunicar.

Comunicação ⭐⭐⭐⭐✰
Os designers discutem tarefas, edições e resultados do trabalho com clientes e colegas.
Ritmo de trabalho ⭐⭐⭐⭐✰
Quando você freelance, você está no comando de seu próprio tempo. E em um estúdio ou empresa, geralmente há prazos rígidos - então você precisa trabalhar em um ritmo acelerado.
Dificuldade de ingressão ⭐⭐⭐✰✰
Para começar, conhecimentos básicos e habilidades são suficientes. Mas somente por meio da prática e do aprendizado contínuo é que se pode crescer na profissão.

💡 Autoreflexação
Você gosta de inventar algo novo?

Quanto ganha um designer grafico
Depende da experiência, habilidades e portfólio. Em média:
No começo: de 50 000 meticais
Experiência de 1 a 3 anos: 100 000 meticais
Mais de 3 anos: 150 000 meticais
O salário aumentará junto com suas habilidades e experiência.

Como se tornar um designer gráfico
Você pode conseguir uma profissão por conta própria por tentativa e erro, por conta própria para procurar clientes. Mas a maneira mais fácil é online no Lmtwebnairs para a profissão de Designer Gráfico. Você aprenderá as habilidades necessárias para iniciar sua carreira. Aprenda a trabalhar no Illustrator, Photoshop, InDesign e Figma. Você pode conseguir um emprego em uma agência, funcionários de empresas ou ganhar dinheiro como freelancer.

Formato de trabalho
Os analistas de BI trabalham no escritório ou remotamente. Para iniciar uma carreira, é melhor conseguir um emprego em um escritório - lá você entenderá rapidamente como analistas mais experientes se comunicam com clientes, coletam requisitos e aprendem todos os detalhes do trabalho.

Por um lado, a profissão é digital, portanto a localização física não é crítica. Por outro lado, tendo em conta que é necessária uma comunicação constante com os clientes empresariais (de vários departamentos), o trabalho no escritório por vezes é mais produtivo.

Comunicação | ⭐⭐⭐⭐⭐
Um analista de BI precisa se comunicar muito com clientes de negócios, arquitetos de banco de dados e desenvolvedores.

Ritmo de trabalho | ⭐⭐⭐✰✰
Um analista de BI raramente tem um emprego. Ao mesmo tempo, seu trabalho é responsável, pois os negócios tomarão decisões com base em seus painéis.

Dificuldade de ingressão | ⭐⭐⭐✰✰
Sem conhecimento de estatísticas no início da jornada será difícil. Mas, se desejado, a estatística pode ser estudada em paralelo com ferramentas e linguagens para processamento de dados.
A complexidade da entrada depende fortemente do histórico: educação técnica, experiência de trabalho anterior. Com vontade e desejo de aprender a se tornar um analista de BI, qualquer um pode, isso não é ciência do foguete.

💡 Autoreflexação
Quer "viver" o dia de trabalho com um analista de BI e aprender mais sobre as suas tarefas?
13.1. Webdesign
“Design é o amor pela beleza.
Se algo piscar por dentro quando você perceber
publicidade estética, site,
app significa que você vai adorar o design da web."

Um web designer não apenas cria beleza no mundo digital, mas também torna os serviços fáceis de usar. Ele cria como serão os sites e aplicativos móveis, contas de mídia social, banners publicitários e listas de e-mail. Ele pode ser um jogador de equipe ou um artista freelance, mas não há negócios sem ele. Afinal, é o design que faz com que os potenciais clientes se apaixonem por ele.

Neste texto, reunimos as informações mais importantes sobre a profissão. Você aprenderá em detalhes:
  1. como o web design combina criatividade e tecnologia,
  2. o que os web designers fazem todos os dias,
  3. quanto eles pagam por isso
  4. quanto esta profissão é procurada e onde procurar trabalho,
  5. como e onde aprender uma profissão.
Quem é webdesigner?
Um web designer é um artista e um designer reunidos em um. Por um lado, cria um visual harmonioso para interessar os potenciais clientes.

Um design cativante, botões que fazem você querer clicar - essa é a impressão que um bom site deve causar. Alguns chamam isso de efeito uau. Um exemplo desse design é uma página landing dedicada ao centenário do Parque Gorky e ao festival de aniversário.
Por outro lado, é importante para um web designer levar os usuários a uma determinada ação - por exemplo, comprar um produto, saber as novidades ou solicitar um serviço. Um design lógico e intuitivo ajuda nisso.

Plano de trabalho: webdesigner trabalha na interseção entre criatividade e IT

Você conheceu os padrões da profissão - é importante entendê-los antes de começar a trabalhar. Agora vamos imaginar o dia típico de um web designer. Um cliente vem até você e pede que você crie uma loja online. Como abordar esta tarefa?

Aqui estão alguns exemplos de etapas para você:
  1. Peça exemplos. Certamente o cliente tem sua própria ideia de beleza. E é melhor descobrir antes de começar a trabalhar. Convide o cliente a mostrar exemplos de que goste. Peça uma explicação concisa do porquê. Dessa forma, você entenderá no que focar - por exemplo, gráficos brilhantes, uma estrutura que é lida rapidamente ou outros pontos.
  2. Descubra quem é o público-alvo do site. Tanto o estilo quanto as soluções técnicas dependem disso. Por exemplo, se os clientes são idosos? Então você não pode prescindir de fontes grandes e dicas de ferramentas.
  3. Divida a tarefa em etapas e coordene-as com o cliente. Explique ao cliente que será mais conveniente para ele e para você. Concorde que primeiro mostre os esboços, depois faça as primeiras edições e leve-os para o trabalho. Em seguida, você começará a criar um site em um editor gráfico e mostrará o primeiro protótipo. Em seguida, novamente edita e finalmente - a montagem final. Com essa abordagem, fica mais fácil planejar o trabalho, e o cliente não terá dúvidas sobre o que você fez durante um mês inteiro e por que no final não saiu nada do que ele queria.
  4. Você cria um protótipo. Nesta fase, parece mais com diagramas, que indicam a localização dos principais elementos nas páginas do site e nos cenários do usuário. Este é o "esqueleto" do site, cujo design você vai trabalhar, e uma parte muito importante do trabalho: depende se as pessoas vão se sentir à vontade para usar o site, ou não vão entender nada e vão para concorrentes.
  5. Coordenar com o cliente a versão final e transferi-la para os desenvolvedores. Você precisa discutir com eles como o design funciona. Por exemplo, o menu “aparecerá” ou permanecerá estático ao rolar a página. O ideal é que você elabore uma tarefa técnica para o desenvolvedor, onde esclareça tais pontos.
Claro, este é apenas um plano de trabalho. E ele pode mudar. Mas se você seguir isso, terá um algoritmo claro de trabalho que é fácil de seguir tanto para você quanto para o cliente.

Onde o web designer trabalha e quanto ele ganha

Se dissermos isso em todos os lugares, não enganaremos. Assim que uma empresa fica online, para um público multimilionário, é o site que se torna a ferramenta para atrair novos clientes. E se for feio e desconfortável, a empresa perderá o benefício potencial. Pode até alienar os clientes existentes. Essa regra funciona igual para todos: bancos, lojas online, projetos educacionais, empresas de TI.

Qual nicho de negócios escolher
Atenha-se ao que lhe interessa. Se você trabalha como freelancer ou em uma agência de publicidade, provavelmente terá uma grande variedade de tarefas. Por exemplo, crie uma página de destino para uma agência de viagens, crie uma página promocional para um show ou conferência, desenvolva uma loja online para uma nova marca de móveis.

Se você está interessado na área de IT, é melhor conseguir um emprego em uma empresa específica e trabalhar no design de seus produtos digitais. As tarefas também são muito diferentes, só que serão construídas em torno de 2 a 3 projetos. Por exemplo, em Yandex ou FB, você pode criar aplicativos ou criar páginas promocionais brilhantes.

Como você pode ver, não há restrições. Ninguém está impedindo você de começar com lojas de roupas on-line e, em seguida, mudar para sites de concessionárias de automóveis ou plataformas educacionais.

Quanto você pode ganhar
Tudo depende da experiência. Quanto mais experiência, mais diversificadas são as habilidades e o portfólio - para o cliente, isso é um sinal de que você pode lidar com projetos de qualquer complexidade.

No início: de 60.000 meticais.
Experiência de 1 a 3 anos: de 80.000 a 100.000 meticais.
Experiência de 3 anos: de 120.000 meticais.
Se você trabalha como freelancer, sua renda é ilimitada. Você pode conduzir simultaneamente vários projetos no valor de dezenas de milhares de rublos cada.

Em lojas online, trabalha principalmente em grandes tarefas. Todos eles estão conectados com a loja online. As equipes de design são formadas para cada projeto e resolvem tarefas específicas: trabalham em um site ou aplicativo. Existem comandos separados para o site móvel e para projetos corporativos.

💡 Autoreflexação
Qual formato de trabalho está mais próximo de você - no estado da empresa, agência ou freelancer?

O que mais você precisa saber sobre a profissão

Para se tornar um web designer legal e obter pedidos interessantes e caros, você precisa atualizar não apenas habilidades profissionais. Existem várias competências adicionais nas quais recomendamos o investimento.

Comunicação | ⭐⭐⭐⭐✰
O designer se comunica muito com os clientes e outros especialistas envolvidos no projeto. Portanto, é ótimo se você gosta de comunicação. Será um diferencial se você souber explicar suas decisões, apresentar seu trabalho com competência, aceitar críticas com calma e discutir mudanças.

Ritmo de trabalho | ⭐⭐⭐✰✰
Designers experientes podem carregar vários projetos ao mesmo tempo - como regra, eles sempre têm pedidos suficientes. O próprio ritmo de trabalho é bastante intenso - enquanto você é criativo em um projeto, as edições já vêm para outra tarefa.

Dificuldade de acesso | ⭐⭐⭐✰✰
Crescer até o nível básico não é difícil, mas para desenvolver habilidades e aumentar a renda, você precisa aprender e seguir constantemente as tendências do design.
14.1. Digital Marketing
“Um profissional de marketing na Internet pode vender qualquer coisa.
Mesmo quando você diz a todos
que os anúncios não funcionam para você.

Um profissional de marketing na Internet faz coisas incríveis com as pessoas: fica online para conversar com amigos ou assistir a um filme e acaba comprando alguma coisa. Por exemplo, quando um anúncio atraente de um vaso de flores que você pesquisou recentemente, mas não se atreveu a comprar, aparece em VK ou Yandex, esse é o mérito de um profissional de marketing na Internet.

Com este texto, você vai descobrir se a profissão é a certa para você. Nós diremos:
  1. como um comerciante do Internet promove bens e serviços;
  2. quanto empresas e marcas estão dispostas a pagar por isso;
  3. Onde os profissionais de marketing na Internet trabalham?
  4. quais qualidades são importantes neste trabalho.
Você aprenderá como os profissionais de marketing online criam um fluxo de trabalho para atrair a atenção das pessoas e incentivá-las a comprar. Considere se você tem habilidades que ajudam nesta profissão. E também conclua algumas tarefas simples para se sentir como um profissional de digital marketing.

Quem é Marketologo Digital?
Um Marketologo digital é um assistente indispensável para um negócio. Ele “explica” de maneira simples e clara aos usuários por que eles precisam comprar um produto ou serviço e também por que devem confiar nessa marca em particular. O especialista garante que o produto e o comprador se encontrem na Internet e fiquem juntos.

O trabalho de um profissional de marketing na Internet começa com a elaboração de uma estratégia de promoção - um plano de ação que ajuda a empresa a falar sobre si mesma e seu produto para o máximo de pessoas.

Vamos ver como um comerciante do Internet faz isso.

Analisa o público: determina o retrato dos potenciais compradores de um produto ou serviço. Que sexo e idade têm, onde vivem, que problemas têm, o que gostam de fazer, o que costumam comprar, etc. Assim, o especialista aprende o que pode interessar às pessoas e como pressioná-las a comprar.
Seleciona plataformas onde as pessoas podem conhecer o produto. Por exemplo, para promover uma marca de roupas, um comerciante da Internet pode usar as redes sociais, pois é fácil atrair a atenção das pessoas com lindas fotos e vídeos onde modelos mostram uma nova coleção.
Analisa os concorrentes para determinar os pontos fortes e fracos das empresas que vendem o mesmo produto ou serviço. Um profissional de marketing na Internet estuda os textos, imagens, vídeos que os concorrentes postam na Internet, bem como os sites em que são postados. Isso ajuda a tornar seu conteúdo mais interessante do que outros.
Formula mensagens publicitárias para sites, postagens de mídia social, anúncios, vídeos. Neles, o especialista fala sobre o produto de forma que as pessoas queiram comprá-lo. Por exemplo, ele pode enfatizar os problemas que o produto ou serviço resolve: “Cansado da agitação da cidade? É sempre tranquilo e calmo no nosso hotel florestal.”
Configura e lança publicidade direcionada - anúncios que apenas um determinado público vê. O especialista escolhe em quais categorias de pessoas será mostrado. Por exemplo, uma placa de vídeo poderosa pode interessar aos fãs de videogame, o que significa que vale a pena oferecê-la a esse público específico, e não a todos em uma fileira. Essa abordagem ajuda as empresas a economizar dinheiro.
Avalia a eficácia da promoção: quantas pessoas viram o anúncio e clicaram nele, quantas vendas e inscrições foram recebidas e assim por diante. Um dos serviços populares que os profissionais de digital marketing usam em seu trabalho é o Yandex Metrika e o Google Analytics.
Aloca o orçamento de publicidade. O especialista determina em quais sites da Internet vale a pena investir mais dinheiro, quais são menos e quais não valem a pena pagar.
Gerencia uma equipe. Um profissional de marketing na Internet pode delegar parte de suas tarefas a outros especialistas: redatores, designers, targetologistas e assim por diante. Nesse caso, ele garante que todos os pedidos sejam concluídos com eficiência e no prazo.

💡 Autoreflexação
Você está pronto não apenas para ser criativo, mas também para analisar muitas informações?

Especializações em Digital Marketing
O marketologo digital é um lutador versátil. Ele pode ser responsável por todas as tarefas ao mesmo tempo ou assumir alguma parte da promoção do produto.
Aqui estão algumas direções possíveis.

Especialista em Publicidade Direcionada (targetólogo). É exibido para determinadas categorias de pessoas em redes sociais, sites ou aplicativos. Um profissional de marketing na Internet seleciona o público certo por gênero, idade, interesses e outras características, cria anúncios e os lança. Por exemplo, é mais provável que os cursos de maquiagem sejam vistos por meninas com mais de 16 anos, e não por homens ou mulheres em idade madura.
Especialista em Publicidade Contextual. São anúncios nos sistemas Yandex e Google, bem como em sites parceiros de mecanismos de busca. Eles são vistos por pessoas que procuram determinados bens e serviços. Um profissional de marketing na Internet faz uma lista de consultas de pesquisa. Por exemplo, para um cabeleireiro em Moscou, eles podem ser: “salão de beleza Moscou”, “onde cortar o cabelo em Moscou”. Com base nessas frases, o especialista cria anúncios.
Especialista SMM. Isso é aquisição de clientes por meio da mídia social. Um profissional de marketing na Internet lança anúncios, mantém uma conta na empresa e cria uma imagem de marca positiva. Ele também aumenta o engajamento dos assinantes: cria concursos e enquetes, cria postagens que você deseja comentar.
Especialista em SEO. Esta é a promoção do site da empresa nos motores de busca. Um profissional de marketing na Internet garante que o site seja exibido nas primeiras linhas do Yandex e do Google para as consultas corretas. Por exemplo, se uma empresa vende comida para gatos, ela será pesquisada no Google por frases como “compre comida enlatada para gatos”. Se tudo estiver configurado corretamente, mais pessoas interessadas em um produto ou serviço irão para o site. Além disso, o especialista trabalha para garantir que o site seja amigável.

💡 Autoreflexação
Você tem interesse em trabalhar com redes sociais, sites, buscadores?

Experimente a profissão digital marketing na Internet

Um profissional de marketing na Internet sempre discute os objetivos do trabalho com o cliente. Se isso não for feito, no final não será possível avaliar a eficácia da campanha publicitária.

Para definir o objetivo certo, você pode usar a metodologia SMART. Esta é uma abreviação em inglês, que significa:
  • Especifico (Specific),
  • Mensuravel (Measurable),
  • Alcançável (Achievable),
  • Significativo (Relevant),
  • Limitado no tempo (Time bound).
Se a meta atender inicialmente a esses critérios, o comerciante da Internet e o cliente, como resultado da campanha publicitária, poderão determinar se ela foi alcançada ou não.

Plano de trabalho: webdesigner trabalha na interseção entre criatividade e IT
Você conheceu os padrões da profissão - é importante entendê-los antes de começar a trabalhar. Agora vamos imaginar o dia típico de um web designer. Um cliente vem até você e pede que você crie uma loja online. Como abordar esta tarefa?

Aqui estão alguns exemplos de etapas para você:
  1. Peça exemplos. Certamente o cliente tem sua própria ideia de beleza. E é melhor descobrir antes de começar a trabalhar. Convide o cliente a mostrar exemplos de que goste. Peça uma explicação concisa do porquê. Dessa forma, você entenderá no que focar - por exemplo, gráficos brilhantes, uma estrutura que é lida rapidamente ou outros pontos.
  2. Descubra quem é o público-alvo do site. Tanto o estilo quanto as soluções técnicas dependem disso. Por exemplo, se os clientes são idosos? Então você não pode prescindir de fontes grandes e dicas de ferramentas.
  3. Divida a tarefa em etapas e coordene-as com o cliente. Explique ao cliente que será mais conveniente para ele e para você. Concorde que primeiro mostre os esboços, depois faça as primeiras edições e leve-os para o trabalho. Em seguida, você começará a criar um site em um editor gráfico e mostrará o primeiro protótipo. Em seguida, novamente edita e finalmente - a montagem final. Com essa abordagem, fica mais fácil planejar o trabalho, e o cliente não terá dúvidas sobre o que você fez durante um mês inteiro e por que no final não saiu nada do que ele queria.
  4. Você cria um protótipo. Nesta fase, parece mais com diagramas, que indicam a localização dos principais elementos nas páginas do site e nos cenários do usuário. Este é o "esqueleto" do site, cujo design você vai trabalhar, e uma parte muito importante do trabalho: depende se as pessoas vão se sentir à vontade para usar o site, ou não vão entender nada e vão para concorrentes.
  5. Coordenar com o cliente a versão final e transferi-la para os desenvolvedores. Você precisa discutir com eles como o design funciona. Por exemplo, o menu “aparecerá” ou permanecerá estático ao rolar a página. O ideal é que você elabore uma tarefa técnica para o desenvolvedor, onde esclareça tais pontos.
Claro, este é apenas um plano de trabalho. E ele pode mudar. Mas se você seguir isso, terá um algoritmo claro de trabalho que é fácil de seguir tanto para você quanto para o cliente.

💡 Autoreflexação
Você está interessado em criar soluções de negócios?

Quanto você pode ganhar
Tudo depende da experiência. Quanto mais experiência, mais diversificadas são as habilidades e o portfólio - para o cliente, isso é um sinal de que você pode lidar com projetos de qualquer complexidade.

No início: de 60.000 meticais.
Experiência de 1 a 3 anos: de 80.000 a 130.000 meticais.
Experiência de 3 anos: de 140.000 meticais.
Se você trabalha como freelancer, sua renda é ilimitada. Você pode conduzir simultaneamente vários projetos no valor de dezenas de milhares de rublos cada.

Em lojas online, trabalha principalmente em grandes tarefas. Todos eles estão conectados com a loja online. As equipes de design são formadas para cada projeto e resolvem tarefas específicas: trabalham em um site ou aplicativo. Existem comandos separados para o site móvel e para projetos corporativos.

O que mais você precisa saber

Um profissional de marketing na Internet não é um artista que faz o que diz ou segue um padrão. Ele resolve problemas de negócios, e para isso é preciso ter iniciativa, ser criativo, assumir a responsabilidade pelo resultado. Vamos ver que outras características esta profissão tem.

O que mais você precisa saber sobre a profissão

Um profissional de marketing digital não é um artista que faz o que diz ou segue um padrão. Ele resolve problemas de negócios, e para isso é preciso ter iniciativa, ser criativo, assumir a responsabilidade pelo resultado. Vamos ver que outras características esta profissão tem.

Comunicação | ⭐⭐⭐⭐⭐
Um profissional de marketing digital precisa se comunicar com outros membros da equipe, transmitir seu ponto de vista ao cliente e aos especialistas de outros departamentos e buscar uma solução para situações de conflito.

Ritmo de trabalho | ⭐⭐⭐✰✰
Um profissional de marketing geralmente precisa trabalhar em modo de emergência para concluir um projeto dentro do prazo. Além disso, você precisa responder rapidamente às novas tendências e mudanças no mercado.

Dificuldade de acesso | ⭐⭐⭐✰✰
Existem muitas ferramentas de marketing digital que facilitam o trabalho. Por exemplo, nas redes sociais existem contas de publicidade onde basta selecionar os parâmetros desejados. Portanto, não é difícil dominar a profissão.

💡 Autoreflexação
Você está pronto para se comunicar muito com colegas e clientes?
15.1. Encontrando Crenças Limitantes
Encontrando Crenças Limitantes

Se uma pessoa costuma pensar em mudar de profissão, mas não toma nenhuma atitude para isso, pode ser devido a crenças limitantes. São atitudes sobre você, as outras pessoas e o mundo ao seu redor que o impedem de crescer e se desenvolver.

Existe uma expressão “ver o mundo através de lentes cor-de-rosa”. Assim, as crenças limitantes são, ao contrário, óculos com lentes cinzas. Ao usá-los, a pessoa pensa: “É impossível aprender uma nova profissão depois dos 30” ou “O mercado de trabalho está lotado, não vou conseguir um emprego”. Se você usa esses óculos todos os dias, pode acreditar que o mundo é monocromático e não existem outras cores.

De onde vêm as crenças limitantes? Existem três fontes: adultos significativos que nos cercam enquanto crescemos e nos desenvolvemos; experiência (relacionamento com as pessoas, eventos da vida) e nosso temperamento. E é importante entender que as atitudes negativas não se formam apenas na infância - isso acontece ao longo da vida.

Portanto, confiar apenas nas crenças é uma espécie de hábito que se forma ao longo da vida e muitas vezes quase não se concretiza. Reconhecer essas crenças é simples: elas nos privam de inspiração, deleite, envolvimento e, em vez disso, trazem um sentimento de desamparo e desesperança.

Sugerimos que você encontre algumas crenças limitantes e tente substituí-las por crenças mais flexíveis. Como funciona? Ao alterar as configurações, você começa a avaliar a situação de maneira diferente. O que, por sua vez, influencia suas ações e leva a outros resultados.

Ao concluir o exercício abaixo, você descobrirá novos recursos e oportunidades de ação. E o mais importante, você sentirá motivação e energia adicionais.

Recomendamos que você execute o exercício sequencialmente, sem perder nada. Escreva suas respostas em sua pasta de trabalho.


A principal crença que impede a escolha de uma profissão

Lembre-se de quando você não se permitiu fazer algo ou sonhar, argumentando com as palavras: “Eu nunca ...”, “Devo ...”, “isso é impossível porque ...”, “isso está errado . ..”. Todas essas palavras são marcadores de crenças limitantes.

Por exemplo:

  1. Nunca vou dominar o treinamento: vai ser muito difícil.
  2. Na minha idade, é tarde demais para mudar e aprender.
  3. Não poderei mudar de profissão e começar do zero. Todo mundo quer funcionários com experiência.
  4. Não tenho dinheiro ou tempo suficiente para estudar.
  5. Sou humanista e nunca conseguirei dominar a profissão digital e entrar na área de TI.
  6. É impossível aprender uma nova profissão online - isso não é sério.
  7. Com certeza vou cometer um erro, escolher a direção errada para treinar e desperdiçar meu dinheiro.

Análise de Crenças Limitantes

Como essa crença afeta sua vida? Ajuda ou atrapalha?
Freqüentemente, essas crenças interferem muito no avanço, mas não temos consciência delas.
Por exemplo, constantemente adiamos para mais tarde, não ousando agir de acordo com nossos desejos e interesses.
Essa afirmação é sempre verdadeira? O quanto você confia nele?
Via de regra, a crença não funciona em 100% dos casos e você pode se lembrar de exemplos de situações que a contradizem. É importante aprender a percebê-lo.
Por exemplo, não existe tal coisa que nada deu certo e algo era impossível. Na prática, você pode obter "nada" apenas se não fizer nada. E você, por exemplo, já deu um passo rumo ao seu objetivo, pois está fazendo este curso.
O que você faria diferente se essas crenças não estivessem em sua vida? Você faria algo que nunca fez antes?
Uma crença limitante é chamada assim por uma razão - ela impede você de se mover em direção ao que deseja. Ao mesmo tempo, se não fosse por todos os "mas", você teria decidido fazer algo diferente, tentado algo novo.
Por exemplo, passaram a treinar uma nova habilidade ou aprender uma nova profissão que impulsione e desperte interesse, apesar do medo de possíveis dificuldades.

Criando uma crença que ajuda você a se mover em direção aos seus objetivos

Aqui estão exemplos de como criar crenças flexíveis em vez de crenças limitantes.

Crença limitante: Eu nunca vou aguentar o treinamento: vai ser muito difícil

Nova persuasão: O fracasso faz parte da jornada. Tentando fazer algo novo, uma pessoa comete erros. Ninguém se torna mestre em seu ofício da noite para o dia, na primeira tentativa.

ou

Aprender é uma habilidade como qualquer outra. Pode ser um pouco difícil no começo, mas vou me acostumar. Além disso, no dia a dia estou constantemente aprendendo algo novo: dirigir um carro, cozinhar um prato novo.

Crença limitante: Na minha idade é tarde demais para aprender alguma coisa

Nova persuasão: Existem muitas oportunidades no mundo. E pessoas de todas as idades mudam de profissão com sucesso, especialmente agora que existe uma tendência global de aprendizado contínuo.

Crença limitante: Não poderei mudar de especialidade e começar do zero. Todos querem funcionários com experiência

Nova persuasão: Nunca mais vou começar do zero. Tenho uma experiência na qual você pode confiar em uma nova especialidade. Todos os dias surgem novas vagas para iniciantes em diversas áreas.

Crença limitante: Eu não tenho dinheiro e tempo suficientes para estudar

Nova persuasão: Posso parcelar e destinar pelo menos 20 a 30 minutos por dia para treinamentos realmente interessantes para mim. Para o primeiro passo, isso já será suficiente

Crença limitante: Sou das ciências sociais, nunca vou conseguir dominar a profissão digital e entrar na IT

Nova persuasão: O ser das ciências sociais é um clichê controverso, não uma frase. Todas as profissões são treinadas do zero. Posso precisar de um pouco mais de tempo para mergulhar no campo, mas não é a primeira vez que domino algo do zero. O que significa que posso fazer isso aqui.

Crença limitante: É impossível aprender uma nova profissão online - isso não é sério

Nova persuasão: Na verdade, até mesmo os programas de educação universitária estão sendo conduzidos online. O que importa não é o formato, mas a qualidade dos materiais e a prática

Crença limitante: Com certeza vou cometer um erro e escolher a direção errada para treinar e desperdiçar meu dinheiro

Nova persuasão: Errar é normal. Se isso acontecer, você pode pensar em mudar a direção do estudo. Aplicar os conhecimentos e habilidades adquiridos em uma nova especialidade


Como elaborar um plano de ação de acordo com a nova crença

Pense nisso: o que você faria se se permitisse confiar na nova crença da mesma forma que agora confia na antiga?

Por exemplo, considere esta crença: “Aprender é uma habilidade como qualquer outra. Pode ser um pouco difícil no começo, mas vou me acostumar. Além disso, na vida cotidiana, estou constantemente aprendendo. Por exemplo, cozinhar novos pratos.

Vamos fazer um plano de ação de acordo com a nova crença:
  • Não vou parar e escolher uma nova profissão;
  • decidir onde vou estudar;
  • Vou analisar meu cronograma e incluir um cronograma de treinamento nele.

Primeiros passos em direção ao objetivo

O que você pode fazer hoje para ficar um pouco mais perto de realizar seus sonhos? É sobre um pouco de ação. Afinal, o resultado final é feito de passos pequenos, mas regulares.

Por exemplo, você pode imaginar como realocar o orçamento, levando em consideração o custo do treinamento. Ou deixe uma inscrição para uma profissão que você gosta para aprender mais sobre o processo de estudá-la.


💡 O que mais é importante saber
Com a velha crença você vive por muitos anos. Não vai mudar da noite para o dia. Seja consistente e gentil consigo mesmo. Mesmo que você não confie totalmente em sua nova crença, aja como se já a tivesse. Observe quando você pode fazê-lo. Essas pequenas ações consistentes irão reforçar sua nova crença.

Uem

Cursos

Cursos técnico-profissionais de design, programação, marketing, gestão e jogos.
Faculdade
Programa para desenvolvimento de tecnicas de segurança de sistemas informáticos e para criar um portfolio robusto

Segurança Cibernetica

Programa que permite o dominio completo da profissão, criar um portfólio e garantir um emprego.

Web Development

Faculdade
Programa de desenvolvimento de competências profissionais em engenharia de pétroleo e gás.

Engenharia

Faculdade
Teste 1
Escolha você mesmo o seu futuro!
Quem sou eu? Quem eu realmente quero ser? Sim, mesmo na idade adulta é normal buscar a si mesmo, ter medo e duvidar.
Com a ajuda da orientação profissional, você encontrará novas oportunidades de desenvolvimento ou mudará completamente sua carreira. Você aprenderá seus pontos fortes e entenderá qual profissão mais combina com você. A orientação profissional é o primeiro passo para um trabalho que traz prazer e alegria.
Teste 2
Faça o teste e escolha a profissão certa para si!
Durante o curso você terá um teste de orientação profissional. Foi compilado por psicometristas e psicólogos profissionais especificamente para adultos que desejam mudar de profissão, mas não conseguem decidir.
O teste leva em consideração mais de 15 parâmetros, com base nos quais seu perfil é formado. Após o teste, você receberá uma seleção pessoal de profissões que correspondem às suas características, desejos e interesses pessoais.
Principais cursos para começar em IT. Você pode se tornar um especialista do zero, construir um portfólio e iniciar uma carreira em poucos meses.
Cursos IT em demanda